a noiva

Sinopse
nasce da pesquisa focada no desenvolvimento de uma dramaturgia circense baseada no jogo, numa narrativa construída pela ludicidade e, na capacidade dos signos cênicos provocar sensações, que sejam capazes de gerar no espectador uma fruição, onde subjetividade é condutor da construção das lógicas.

Uma pessoa, uma mulher, uma noiva, provocada a se recriar a partir da perda e da condição de solidão. Com suas flores e adornos de uma vida feliz baseada nas ilusões do paraíso inexistente e potente para produzir frustações, desamor e desilusões...

Se desnudar, encontrar no público a cumplicidade necessária para compreender que coragem tem o tamanho do medo. Assim compreender que  arriscar o salto, impulsionar-se para novos voos e recriar a vida pelo prisma da felicidade é a melhor opção . 

Encontrar no desequilíbrio da corda bamba a possiblidade centrar-se, permitido uma existência diversa e provocadora é a ponte entre a técnica circense e cena centrada no jogo da comicidade.

O alto grau técnico das habilidades circenses são pretextos para o desenvolvimento do jogo cênico e a criação de uma atmosfera poética, simbólica, extra cotidiana e cômica.

Ficha técnica

Criação: Celeste Zalloechevarría

Interpretação: Celeste Zalloechevarría

Direção: João Carlos Artigos

Figurino: Laly